“MALANDRAMENTE”

 Televisão, como de resto quase todo o formato ao qual se incluem segmentos midiáticos, que, em vez de responder, ao menos à demanda razoabilidade comportamental, promove, claramente, aderência a decomposição de princípios direcionados à normalidade. 

Atos de exposições a oportunizarem elogios a figuras envolvidas em situações repudiáveis (e condenáveis), que se repetem como espécie de reciclagem-de-imagem popular, isto, merchandising​ (promoção) favorável, claro, a indivíduos (coligados) que, por seus turnos, respondem (reciprocidade) aos almejos, principalmente, de faturamento à base de vil-metal (dinheiro)
Recentemente,  pagodeiro envolvido em grave episódio no Maranhão (21/09), que, imediatamente após ao indecoroso ato público, convidado (trazido) a programa “Domingão” (23/09/18), assim, o indigitado ‘astro’ “astro pela tangente” sob aplausos da “galera” — amontoada não somente no auditório —, assim, vida que se segue com contratações, “shows” e, consequentemente, às partilhas de grana fruto de aparente normalidade.

Eu, mero observador, teria (e tenho) registros de outros episódios, que não se resumem, necessariamente, apenas no dito ‘mundo-artístico’, pois, há fatos reveladores no âmbito da “política” (confundida com disputas eleitorais e de poder)
Minas Gerais tem exemplo, ao que parece, especialista na “repaginação” de gente enlameada, o que me traz lembrança de figura — ora condenada a 20 anos e presa —obteve prestigiosas citações e, também, entrevistas enquanto operava no congresso legislativo federal, embora, a sua ficha, inclusive por imputação em julgamento definitivo de Ação Popular, recomendasse diferente tratamento moral.

Resta a seguinte dúvida: população cretina, ou feita, maldosamente, imbecil?
João S. Souza

“L I S T A-N E G R A”

SENADORES QUE, NÃO REELEITOS EM 2018, PERDERÃO O FORO
PRIVILEGIADO, inclusive alguns “representantes” de Minas Gerais:

EUNÍCIO OLIVEIRA
▶ROMERO JUCÁ
▶LINDEMBERG FARIAS
▶HUMBERTO COSTA
▶RENAN CALHEIROS
▶GARIBALDI ALVES
▶JADER BARBALHO
▶EDSON LOBÃO
▶GLEISI HOFFMANN
▶AGRIPINO MAIA
▶CIRO NOGUEIRA
▶BENEDITO LIRA
▶ *AÉCIO NEVES*
▶ ALOYSIO NUNES
▶ CÁSSIO CUNHA LIMA
▶ VANESSA GRAZZIOTIN
▶ LÍDICE DA MATA
▶ VALDIR RAUPP
▶ RICARDO FERRAÇO
▶ IVO CASSOL
▶ DALIRIO BEBER
▶ EDUARDO BRAGA
▶ JORGE VIANA

Estes, além de outras centenas de deputados federais e estaduais investigados, não apenas na Lava Jato, que, sem foro privilegiado, acaso os eleitores não os elejam a qualquer cargo em 7 de outubro 2018, submeter-se-ão  a julgamento comum.

 

TEMPORAL ATUAÇÃO

Décadas perdidas, mas, esses  últimos 10 anos a caminharem por 2018 contabilizam sucessões de eventos, sob vários aspectos, é era mais temerosa dentre todos anos que vivi, porque a atuação ousada (ou como prefere o amigo escritor e jornalista Carlos Lúcio, ‘atrevida’) da IGNORÂNCIA, que se impõe, generalizadamente, inclusive “estilo” musical, isto, feito efeito desde as ditas áreas urbanas (aglomerações não apenas de pessoas) espraiado (e injetado) overdose de vale-tudo à geração de embates, principalmente físicos letais, não apenas nos “espetaculares” ringues, sequer mínima preocupação de maquiar o real propósito de destituição (decomposição) da inteligência (PENSAR), haja vista grotescos espetáculos arrecadadores milionários e gigantescos, como evento realizar-se-á na capital paulistana sob título “É nós”, ora divulgação radiofônica nacional.
João S. Souza

H U M O R-N E G R O

Homem caminha por uma estrada, percebe sobrevoo de balão.

Balonista acena-lhe, desesperadamente, até baixar ao máximo possível seu equipamento e grita:

– Podes ajudar-me, pois, prometi a alguem que nos encontraríamos às 2 horas da tarde, estou atrasado há mais de  hora e sem saber onde estou?

Diga-me onde me encontro?

O caminhante responde-lhe:

– Sim, tu estás flutuando a uns cinco metros acima da solo, a 30 graus de latitude sul e 49 graus de longitude oeste!

O balonista escuta e pergunta-o:

– Tu és piloto?

– Sim, senhor, e como descobriste minha profissão?

– Simples, o que me disseste está, tecnicamente, correto, porém, tua informação não me é, suficientemente, útil, continuo perdido! 
Necessito que me dê resposta satisfatória, porque, acaso continuar perdido, culparei-te ingrato!
O aeronauta raciocina por segundos e afirma ao balonista:

– tu és ELEITOR no Brasil!

– Sim e sou filiado a partido! Como tu descobriste?

– Fácil, pois, subiu num balão sem preparo e tampouco possui mínima noção de orientação (direção), além de ignorar o que fazer, muito menos sabes calcular risco, e fez, também, promessa sem menor ideia da maneira de cumpri-la, assim, esperas que terceiro resolva teu problema, ademais, achas que o teu desatino está nas mãos de outrem!

– Mais um oportuno aviso: teu balão furou e cairá a qualquer momento, que, ante à direção do vento, será naquele imenso despenhadeiro!