ECLIPSE 2015

________________ João S. Souza
Vejo a Lua com vermelhidão nítido,
mas, incompleto o teu rubro circunflexo,
talvez seja timidez ante tamanha insensatez de olhares observadores insanos de míseros humanos,
outras noites lua-minguante, crescente,
Cheia excita, multiplica, cria.
Minha alma aberta à vida,
conviver e SER, nosso corrente renascer.
És a de agora, e que a constância obrigue-me desta vez.
Futuro adiante de tudo, enquanto o passado distante das costas.
E tempestade despeja enxurrada, remove e conduz.
Correnteza faz rio sem-volta.
(Bossa Nova  — música — áudio neste site e clubedoscompositoresdobrasil.com.br)

M Í S E R O S  H U M A N O S

L A G O A   d a    P A M P U L H A  

 “Administração” municipal — BELO  HORIZONTE  — consumiu,

aproximadamente, R$1 bilhão de

reais, inclusive o último

consórcio (empresa),

“especialista” despoluição, 

partícipe do desperdício gerador 

do contínuo e insuportável

mau-cheiro, que, ironicamente,

patrimônio da humanidade, 

               título conferido pela 

ONU – Organização Nações Unidas.   

 João S. Souza

CEGUEIRA-BRANCA

Caminhar,  corre-corre — pra lá, pra cá — ,  e  ZERO  nota  à gente desumanizada de Beagá!              JSS

D E S A F I O