O P I N I Ã O

Imposição da obtenção (diga-se onerosa) de ‘PASSAPORTE’ como documento imprescindível à circulação do humano na Terra e, consequentemente, o exigido ‘VISTO’ à entrada e à saída mesmo que provisória nos espaços definidos por grupos-de-controles (governos), independente da forma do alcance de tais postos, seja eleição (voto) ou dinastia (familiar e/ou hereditária), portanto, repudiável muito mais o confisco (retenção) de indivíduo (regular) em espaço territorial (quadrante geopolítico) e ditas nações ou “repúblicas”, assim, irrelevante propósito, pois, até aonde chega meu insignificante saber a definição TERRÁQUEO qualifica o SER inseparável e ilimitadamente no seu único e indivisível habitat, o Globo Terrestre.

João S. Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *